Montar uma equipe nunca é uma tarefa fácil. Juntar pessoas diferentes, com pensamentos diferentes e coordená-las para que atinjam objetivos em comum é um desafio que está no cotidiano das mais simples às mais complexas organizações humanas. Atléticas, empresas juniores, escritórios, hospitais, grandes companhias. Todos buscam organizar-se para que tenham profissionais (ou membros) que sejam capazes de trabalhar em equipe.

O sucesso nesse trabalho começa justamente na seleção dos membros – ou seja, no processo seletivo. Aqui cabe observar que esse processo não necessariamente é excludente. É comum, principalmente no universo das atléticas, que a quantidade de gente que quer entrar na gestão (e a galera da antiga gestão que queira ficar) não seja suficiente para lidar com todo o trabalho existente na associação. Nesses casos, o processo seletivo é importante para que esses novos membros possam ser alocados nas áreas que mais combinem com eles, fazendo com que seu trabalho seja o mais eficiente possível para a atlética.

Sabendo que nem processo seletivo pra mozão é fácil, pensei em algumas dicas que podem ser úteis pra vocês:

1 – Conheça suas necessidades

O primeiro passo para um bom processo seletivo é saber o que se busca. Há milhões de maneiras diferentes de agrupar pessoas e tudo vai depender dos critérios que você estabelece. Algumas vezes, a atlética já tem um bom trabalho no área esportiva, mas é carente na parte de patrocínio e de marketing. Outras é preciso um pessoal que tenha experiência com photoshop ou com excel, ou até mesmo um pessoal com mais tempo disponível. Os critérios podem ser os mais diversos possíveis, mas saber estabelecer precisamente essas necessidades e ordená-las de acordo com sua urgência é fundamental para a construção de uma equipe que seja capaz de superar as dificuldades existentes.

2 – Construa uma comissão para o processo seletivo

Todo processo seletivo que se preze deve ser impessoal. Isso porque a atlética não precisa daquele que seja mais brother de quem está fazendo a seleção, precisa daquele que se encaixe nas suas necessidades. Montar um grupo para organizar esse processo é essencial para garantir a impessoalidade e dar a ele uma certa credibilidade. Caso a própria atlética não tenha gente suficiente para organizar a seleção, é uma boa pedir ajuda pro pessoal de outras atléticas ou mesmo de empresas juniores.

3 – Conheça os participantes

Para montar qualquer quebra-cabeça, é importante saber quais peças estão disponíveis. Conhecer as pessoas e saber onde cada uma se encaixa é essencial para poder montar uma boa gestão. Algumas pessoas gostam de fazer entrevistas, outras fazem conversas mais informais em bares, existem até os que fazem testes de personalidade para tentar entender melhor com quem estão lidando. Independente da sua estratégia, lembre-se que quanto mais você conhecer a pessoa, melhor você pode encaixá-la na atlética. Lembre-se também que algumas coisas que aparentemente não tem nenhuma relação com atlética podem ser úteis: pessoas que trabalharam com vendas, por exemplo, costumam ser ótimas opções para a área de parceria.

4 – Apresente como a atlética é por dentro

Nem tudo o que parece, é. Lembre-se que os novos ingressantes não sabem como é trabalhar na atlética. É importante que conheçam todas as áreas, como cada uma trabalha, os princípios que norteiam o trabalho da gestão. Aqui é a hora de apresentar para todos os desafios que vem pela frente e tentar direcionar os participantes para a área que mais lhes agrade. Algumas atléticas costumam fazer com que os ingressantes passem por diversas áreas para que possam escolher melhor a área em que querem trabalhar. Lembre-se de ser o mais honesto possível. É melhor que a pessoa saiba onde está se metendo para que depois você não acabe ficando na mão.

Claro que não dá pra falar tudo sobre o processo seletivo das atléticas aqui, até porque cada processo é construído de acordo com as condições e necessidades de cada atlética. O que é importante ter em mente é que o processo seletivo é uma forma de aproximar a atlética daqueles que querem ser atleticanos. Como num relacionamento, é importante que se conheçam bem para que possa rolar algo mais sério. Lembre-se que a informação aqui é o segredo de tudo. Quanto mais precisas as informações sobre a atlética e quanto mais informações você adquirir dos participantes, mais fácil vai ser para estruturar uma equipe da melhor maneira possível.

Tweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here