A função de uma atlética é muito mais do que apenas fazer festas, recepções de calouros e movimentar a vida social em ambientes acadêmicos. As associações universitárias promovem campeonatos esportivos, estão envolvidos com questões sociais dentro da comunidade e, principalmente, a integração entre os alunos.

As atléticas funcionam como uma empresa. Existem cargos e funções bem definidas para cada integrante, o que ajuda a criar um espírito de equipe e responsabilidade. É neste momento que podemos perceber a forte ligação que os estudantes criam com a faculdade. Para o presidente da Atlética 9 de Maio da cidade de Bauru, William Teixeira, os esportes universitários proporcionam uma experiência única aos alunos. “A atlética leva o esporte aos universitários, proporcionando uma experiência única em competições e integrações. Para aqueles que não são atletas, os jogos criam um vínculo entre o estudante e a universidade, muito parecido com ao de um torcedor pelo seu time do coração. Eu entrei nesse projeto porque acreditava e acredito que ele faz diferença na vida dos estudantes, seja os atletas e torcedores ou aqueles que nos acompanham apenas por conta da diversão”, diz.

Apesar das críticas, as atléticas universitárias já se consolidaram e são fundamentais no papel social e cultural nas universidades. Para Karol Oliveira, formada em engenharia ambiental, participar da diretoria da atlética de sua universidade a ajudou a ter uma formação mais completa. “Eu participei da fundação da A9, fiz parte da primeira diretoria. A partir dela conheci novas pessoas, aprendi a negociar, a ser mais profissional. Foi dai que tive coragem pra fazer meu intercâmbio. A vontade de interagir e as trocas de conhecimentos entre os alunos são o tipo de coisa que podem ser facilmente adaptados para a vida pessoal e profissional”, conta Karol.

Bruna Sampaio está no último ano do curso de jornalismo e conta que a participação na Bateria da universidade foi a possibilidade de ter maior integração com outros alunos e troca de opiniões. “Você acaba criando grandes amigos e saindo da pequena bolha que está inserido com colegas de classe e professores. Com a atlética você tem contato com diferentes pessoas e opiniões bem diversas. É esta interação que ajuda ter uma cabeça mais aberta, tanto na fase da universidade quanto depois de se formar”, argumenta Bruna.

O sentimento de pertencimento é fortalecido graças às atléticas. As associações  servem como uma ferramenta fundamental de interação.  “É uma maneira de unir os atletas/sócios em um só objetivo, que é além de vencer, cultivar as amizades e integrar os alunos”, comenta Matheus Conti, estudante de educação física na cidade de Lins.

A integração que a atlética proporciona não se limita apenas à faculdade. Segundo William a relação com outras universidades se torna algo comum e valorizado entre os participantes. “A rivalidade está sempre presente durante as partidas, por musicas e provocações, porém existem casos em que criamos um forte vínculo de amizade entre delegações, seja por dividirmos alojamentos, ou por nos enfrentarmos várias vezes dentro de quadra”, afirma.

Tweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here