Fotos OLHARR - http://facebook.com/olharr

Todos nós sabemos que cada curso de uma determinada instituição tem o direito de criação de uma Atlética representativa para sua faculdade, mas será que a universidade que você estuda precisa aprovar e permitir a criação dessa atlética? Vem, que o integraê tira suas dúvidas.

Aprovação da instituição? Pra quê?

Uma AAA pode existir sem a aprovação do coordenador do curso, diretoria ou reitoria da universidade, pois a atlética é um órgão independente que consegue seus fundos próprios com vendas de produtos ou festas e não depende de repasses da instituição para se manter de pé. Em muitos casos, a associação acadêmica funciona como representação estudantil quando há uma ausência de centro acadêmico do curso e como a faculdade vai barrar uma representatividade da voz dos alunos sendo que a mesma precisa deles?

Fotos OLHARR – http://facebook.com/olharr

Em caso de desaprovação da atlética pelo meio administrativo da instituição, um abaixo assinado pode ser feito com coletas de assinaturas dos alunos de um determinado curso(s) e a voz de uma diretoria virá de várias turmas.

Segundo Tcharles Luan, atual presidente da AAAXIII de Outubro cita que no inicio da atlética os fundadores precisaram correr atrás da lista de aprovação da atlética pelos alunos antes mesmo de apresentar à reitoria da instituição, mesmo já tendo a permissão 100% do coordenador do curso.

Entretanto, a instituição é resguardada pela sua logo, seu nome e tem total direito de proibir o uso da imagem, se caso isso acontecer, a atlética não poderá fazer nada, mas ainda pode existir para representar o seu curso, porém a diretoria terá que escolher um nome próprio para apresentação.

Parceria com a instituição

As rivalidades da AAA não tem que começar com a sua própria instituição representativa, pois ambos os lados tem a perder com isso, então, a busca pela harmonia entre ambas as entidades é mais do que válida e só tendem a crescerem juntas, pois o apoio tem que começar dentro de casa para a estrutura se manter grandiosa.

Tweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here