Durante os Jogos Universitários, lutamos e exibimos com orgulho a Universidade que fazemos parte. Mas, apesar das Atléticas carregarem consigo o nome de suas instituições de ensino, muitas vezes a preocupação de manter um bom relacionamento com a mesma é negligenciada por diversas diretorias.

A rotina de uma Atlética já é repleta de empecilhos, portanto, possuir uma relação não amigável com a instituição de ensino significa mais dificuldades na manutenção de sua AAA e a criação de uma segregação entre a Universidade e os apaixonados membros das Atléticas.

Um calendário institucional rígido que acaba coincidindo com eventos importantes da Atlética, falta de abertura para diálogo com os professores, dificuldade em realizar eventos acadêmicos, uma imagem ruim da AAA e de seus membros que é perpetuada na instituição de ensino – o que acaba se tornando um empecilho para o alcance de ainda mais membros – são o pesadelo de qualquer dirigente. Porém, todas essas situações podem ser evitadas se a diretoria se unir e buscar efetivar uma boa relação com a Universidade.

Evitar todos esses problemas parece ser impossível, mas saiba que criar uma #relationshipgoals com sua instituição é mais fácil do que parece – só exige responsabilidade. Inicie sua jornada realizando uma apresentação formal de sua Atlética para os responsáveis de sua Universidade, Centro Acadêmico e Departamento. Detalhe tudo sobre sua AAA, fale sobre cada diretoria, jogos que vocês participam, ações solidárias, eventos realizados, a preocupação com cada aluno e os objetivos para o futuro, ou seja, sejam completamente transparentes acerca do dia a dia de sua Atlética e busque retirar a imagem de que vocês se resumem a “festa, bebedeira e falta de responsabilidade”.

Além disso, a diretoria deve redobrar os cuidados com as ações promovidas pela Atlética, pois elas não devem ir contra as regras e valores que sua Universidade promove. Um exemplo bem claro é em relação ao trote: se sua instituição possui tolerância zero em relação ao mesmo, não vá contra as normas, substitua essa tradição de recepção aos calouros por algo que vá produzir bons frutos nessa relação, como por exemplo, um trote solidário.

A organização interna de sua Atlética – como a regularização do Estatuto, um bom controle de caixa e a existência de um cronograma de atividades a ser seguido – é essencial para a existência de confiança por parte da Instituição. Portanto, ter o controle de sua AAA vai muito além de garantir o bom funcionamento da mesma, mas também é importantíssimo para a demonstração para os responsáveis da Universidade, de que o movimento de Atléticas é sólido e responsável.

Ao realizar tais ações e buscar fomentar a boa relação, sua Atlética encontrará mais facilidade na própria existência, pois possuirá mais espaço e representatividade na Instituição, conseguindo, desta forma, alcançar mais membros e apaixonados. Além disso, terá mais proximidade com os professores, o que acarretará em uma maior flexibilidade do calendário de provas, por exemplo, evitando assim que atletas e torcedores da AAA sejam prejudicados academicamente ao participarem de uma competição externa.

Mas a cereja do bolo e o ponto alto desta relação de proximidade é o apoio estrutural – a maior facilidade de acesso a quadras para treinos, espaços da Universidade para a realização de competições esportivas e eventos acadêmicos, espaço para a existência de uma sede de sua AAA, entre outros benefícios – e o apoio financeiro, que pode ser decisivo para a participação da Atlética em uma competição esportiva, pois pode significar, por exemplo, o custeio de um transporte ou de materiais esportivos.

Portanto, percebemos a necessidade da Atlética carregar o nome da Universidade não só no nome, mas em cada ação realizada pela mesma, transformando a AAA, desta forma, em uma representatividade real dos alunos da Instituição de Ensino.

Tweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here