O futebol já é considerado o maior esporte do planeta, com representação global, o esporte que foi regularizado na Inglaterra em meados de 1860, hoje faz parte do cotidiano de milhares de pessoas. É impossível negar a força que o futebol apresenta para a sociedade e para as características que fazem parte de cada indivíduo, direta e indiretamente.

Assim, não há como fugir do poder de catarse criado pelo futebol, o engajamento das pessoas com esse esporte faz com que ele se transforme em uma ponte para momentos felizes e singulares em meio à rotina maçante do dia a dia.

 Futebol como instrumento de interação social 

O futebol permite aos indivíduos a participação em um momento único de lazer e integração. Acompanhar um grupo de amigos em uma “pelada” semanal ou acompanhar uma final de campeonato, é uma atividade que pode gerar bons insights sobre a sociedade contemporânea.

Em momentos em que a socialização das pessoas está cada vez mais restrita ao contato virtual, por meio da internet, o futebol ainda preserva os seus conceitos de integração e participação social, assegurando a importância da interação física entre as pessoas.

Os grandes eventos futebolísticos

Dessa forma, o envolvimento da sociedade, principalmente brasileira, é indiscutível. Nas grandes cidades, o futebol está caracterizado pelos grandes eventos esportivos, é comum assistirmos os grandes craques e os grandes espetáculos do esporte de chutar a bola ao gol, estes eventos transformam a rotina de toda a cidade e geram comoção de toda sociedade.

Pra quem está envolvido, seja na disputa, torcida ou organização, esses eventos se tornam momentos únicos em seu cotidiano, momentos de extrema carga emocional e de grande apelo social. Portanto é comum a formação de grandes amizades, relacionamentos e até sociedades em momentos que envolvem a prática do esporte bretão.

Sendo assim, nas grandes cidades o futebol se transformou em um momento para quebra da rotina das pessoas. Quem está envolvido com o meio futebolístico, encontra nesses momentos a possibilidade de sair do hábito rotineiro, das ações que são frequentes em seu dia a dia.

O futebol transcende as quatro linhas, o tema do jogo é motivo para as conversas nas mesas de bares, nos bancos de espera de ônibus e nos corredores das escolas, por isso a força que esse esporte tem para se transformar em uma metáfora da sociedade não pode ser ignorada.

O futebol é o carnaval semanal da sociedade brasileira. Apesar de parecer exagerada, essa afirmação pode ser comprovada pelo engajamento do público e o acompanhamento dos seus times. O momento de ver o jogo, de torcer, é esperado com ansiedade por todos que têm a rotina de assistir os jogos, aquele momento para esses torcedores é mais que um momento de apoiar o clube, esse momento se transforma em um momento de êxtase uma fuga da realidade a possibilidade de fazer parte de algo tão grande como uma partida de futebol.

O futebol nas “praças” menores

Nas cidades menores, principalmente no interior, essa força do futebol como desculpa para a felicidade das pessoas é ainda maior. O envolvimento das cidades pequenas com o esporte é ainda mais próximo, visto que um saber compartilhado por muitos é que em toda cidade sempre haverá um cemitério, uma igreja e um campo de futebol.

Portanto, a relação da sociedade com o futebol é gigante, seja na rotina de acompanhamento do clube local, que muitas vezes carrega o próprio nome do município, seja na participação em jogos e campeonatos ou nas rodas de conversas que tomam conta das praças e botecos.

O futebol pra essas pessoas é também o momento de fuga da rotina e de felicidade, que muitas vezes é compartilhada por toda sociedade que faz parte daquela região.

Futebol como elemento transcendental

De forma geral, “o futebol é uma desculpa para sermos felizes”, a frase de Jorge Valdano, que já foi jogador, técnico, dirigente e comentarista de futebol representa a força que o futebol possui de tirar as pessoas do lugar comum delas, de fazer com que os 90 minutos de um jogo passem voando. A capacidade que o esporte bretão tem de prender a atenção, gerar seguidores e apaixonados é uma característica das coisas que transcendem a sociedade.

Quer ver um menino feliz, dê uma bola de futebol para ele chutar.

Tweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here