Se você é universitário, tem um amigo que é ou quer ser um, com certeza você já ouviu falar nas Atléticas, não é? Já ouviu também que elas estão lá nas universidades fazendo a alegria do povo, deixando geral com as cores da torcida, fazendo aqueles FESTÃO DA P****, vendendo aqueles produtos bacanas que a gente gosta de usar para dizer o quanto sentimos orgulho de chegar até uma universidade. Pois bem, se não ouviu, partiu dar uma lida nesse blog maravilhoso.

O que nem todo mundo sabe é que elas estão lá fazendo tudo isso, para fomentar o esporte. Fomentar? Yeap. “Fomento substantivo masculino 1. fig. proteção, auxílio, apoio. 2. fig. ação ou efeito de promover o desenvolvimento; estímulo, apoio, impulso.” E amigo, se a sua Atlética não anda fazendo isso tem algo errado… O esporte é a ALMA das Atléticas. Os jogos são o clímax, o ápice, o apogeu! É tudo através e pelo esporte.

Por isso, você, estudante curioso, até mesmo aquele que nunca praticou esporte, mas olha para a quadra e morre de vontade de estar lá correndo com a galera, treinando, fazendo parte do time, só vai! A sua Atlética está lá para isso e ela precisa de você. “Ah, mas poxa, eu não levo jeito.” Amigo, ninguém nasceu sabendo, toda habilidade pode ser treinada. Vem se divertir. Com o tempo aposto que você vai melhorando. “Não… eu nem sou atleta. Só jogava na educação física da escolaE QUE QUE TEM? Agora está na universidade, não tem educação física, vai parar de fazer atividade física, meu filho? “Tem um monte de gente melhor que eu” Sim, até pode ser, mas você já parou para se perguntar a quanto tempo elas treinam? E com que dedicação? Vai lá, treina do lado dessas pessoas que são melhores que você e usa elas de exemplo! “…, mas eu vou demorar pra aprender, não é assim do dia pra noite né? ” Muito bem observado pequeno gafanhoto, não é do dia para noite mesmo e talvez esse seja um dos pontos mais cruciais e é por isso que sua atlética deve te apoiar!

Não é difícil encontrar times que tem ótimos resultados por 4 ou 5 anos e depois… nhaaa, deu ruim. O time todo se formou e agora DM? E agora DGE? Vamos começar todo o trabalho do zero. Chatão né!? Quando a atlética não acolhe esse atleta que em um primeiro momento pode não parecer pronto e maduro para as grandes competições ela perde um atleta com o potencial de ser a base do futuro time. Nem todo ano entram atletas que já foram federados, corredores profissionais, cestinhas e grandes nadadores. Disseminar o esporte é a coisa mais linda do mundo, é apaixonante, enche o coração de coisa boa. Tenho certeza que você atleticano vai ter o maior orgulho e alegria do mundo em ver O SEU ATLETA mandando bem e ajudando a sua atlética a vencer os jogos, assim como você atleta, vai ser grato e ter orgulho de representar A SUA ATLÉTICA nos jogos e ajudar ela a conquistar a melhor colocação.

E aí você pode estar pensando, “ahh, mas é só papo de blog isso” HÁ! Será mesmo ma friend? Pensando nisso eu fui perguntar para a treinadora e ex atleta, Luísa Pessanha, (5 vezes campeã do INTERUNIFESP) de futsal da AAA IV de Junho ~ Siri Loko ~ o que ela achava de tudo isso.

“Eu acredito que o time não é formado só por atletas já formados (os craques), a equipe fica ainda mais unida quando o potencial individual de cada um é explorado e desenvolvido afim de completar uma equipe. Todo mundo tem um papel importante e único dentro do time, independente de ser o artilheiro ou não.”

Nem todo mundo nasce habilidoso, nem todo mundo teve incentivo e estimulo quando era criança, mas tá todo mundo convidado a participar dos treinos da sua atlética, tudo que você precisa é comprometimento aos treinos, respeito a camisa que você irá vestir e a história que ela representa e vontade de aprender – e a gente aprende muito mais que uma modalidade.

Bora treinar? Partiu jogos?

Tweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here